THE PREMIO DARDOS AWARD

Prêmio Dardos

Desde abril, pessoas de 50 países visitaram BOAS CONVERSAS.

Since april, people from 50 countries have visited BOAS CONVERSAS.

O planeta se torna um nas asas da internet. E vai se tornando multi à proporção que blogueiros multiplicam mensagens de esperança, de encorajamento, de desbravamento, de amorosidade.

The planet becomes one on the wings of the internet. And becomes many as bloggers multiply messages of hope, of encouragement, of unraveling, of love.

Quando as tragédias são dirimidas por abraços de várias partes do mundo, quase em tempo real, a dor de outras pessoas e de outras nações torna-se a nossa dor e é, de alguma maneira, suavizada.

When tragedies are stopped by hugs from all over the world, almost in real time, the pain from other people and nations becomes our pain and it is somewhat alleviated.

Quando conseguimos nos conectar à qualquer pessoa que precisa de uma simples palavra de carinho, da mesma maneira que nós, cria-se um elo maravilhoso. Cria-se justiça e verdade, independentemente de raça e de credo.

When we manage to connect to someone that needs a simple word of caring, as much as we do, a wonderful bond is made. Justice and truth are made, regardless of race or religion.

Assim, é emocionante este espaço virtual ter sido indicado ao Prêmio Dardos pela blogueira Sílvia Souza, do REFLEXÕES E ANGÚSTIAS. Gratidão plena! Sílvia escreve lindamente, além de espalhar lindas palavras alheias.

Therefore, it is thrilling that this virtual space was nominated to the Prêmio Dardos by the blogger Silvia Souza from REFLEXÕES E ANGÚSTIAS (Reflections and Afflictions). Many thanks! Sílvia writes beautifully and spreads beautiful words from others.

O Prêmio Dardos foi criado em 2008 pelo escritor espanhol Alberto Zambade, autor do blog LEYENDAS DE “EL PEQUEÑO DARDO” EL SENTIDO DE LAS PALABRAS. Ele indicou ao Prêmio Dardos 15 blogs. Esses indicaram outros 15 e assim, sucessivamente, criando uma imensa corrente na internet.
O objetivo da premiação é “reconhecer os valores demonstrados por cada blogueiro diariamente durante seu empenho na transmissão de valores culturais, éticos, literários e pessoais, demonstrando, em suma, a sua criatividade por meio do seu pensamento vivo que permanece inato entre as suas palavras”. Gracias Alberto Zambade!

The Prêmio Dardos was created in 2008 by the writer Alberto Zambade, author of the blog LEYENDAS DE “EL PEQUEÑO DARDO” EL SENTIDO DE LAS PALABRAS. He has nominated 15 blogs to the Prêmio Dardos. These blogs have nominated 15 others and so on, creating a huge network. The goal of this award is to recognize bloggers’ efforts to pass on principles of culture, ethics, literature, personal, etc., manifesting creativity through their thoughts, present in their words and texts. Gracias Alberto Zambade!
 

Regras do Prêmio Dardos

•Indicar os blogs que preencham os requisitos acima para receber o prêmio;
•Exibir a imagem do selo;
•Linkar com o blog de que recebeu a indicação;
•Avisar os blogs escolhidos.

Indicados

1. SUPRIMATEC: o futuro através da ciência e da sensibilidade.
2. PELOS CAMINHOS DA LUZ: belíssimas imagens para mudar o mundo.
3. ESPAÇO DE VIRGINIA: sinceridade diante da vida com luz no coração.
4. UNE-VERSOS: poesia delicada como rendas diáfanas…
5. SLAINTE ÓXENTE: da Irlanda, cultura e família com muito bom gosto.
6. ANO NOVO TODO DIA: boas histórias contadas por uma luminosa professora – a mais importante profissão do mundo!
7. CORES DE CICLÂMEN: um diário espiritual absolutamente aberto…
8. CINEMA É MINHA PRAIA: toda a beleza e o clima do cinema de verdade.
9. BYLUIS7: muitos céus que vêm da alma, do corpo, de todas as energias.
10. DOMESTICANDO-ME: deliciosas conversas sobre muitas maneiras de amar.
11. DEVANEIOS E POESIAS: tem literatura, tem música, tem encanto, tem Vida.
12. MEDICINA TRADICIONAL CHINESA: terapias, ervas que curam e muito mais para as consciências.
13. CHRONOSFER: música e bate papo de ótima qualidade.
14. LULU NO PAÍS DAS MARAVILHAS: blog da maior ousadia de todas – ser feliz!
15. MERAKI: em grego, fazendo com a alma, com amor e com criatividade.
  

DESEJOS DE FUTURO DE TODOS NÓS (3ª história: “O filho”)

005

“Qual é a mãe que quer que o filho saia de perto de si?” Essa indagação foi a mais difícil de vivenciar desde que nasci. Quando a vi no belo blog de Sílvia Souza (http://reflexoeseangustias.com) toda a memória recente de me separar do meu único filho veio à tona. Nossa, como nós, mães, somos egoístas! Sim, queremos as nossas crias assim, sempre grudadas, como se elas nos pertencessem. Tentamos controlá-las para que não partam, para que se apeguem a nós de uma forma indelével, doentia mesmo!

Temos a vã ilusão de que “se nasceu de nós é nosso”. E aí passamos a amá-los de forma torta. Pouca disciplina e muitos desejos satisfeitos, como se isso nos tornasse a pessoa “mais legal do mundo” e os fizesse querer ficar imantados a nós indefinidamente…

Devolvo a palavra à Sílvia (http://reflexoeseangustias.com/2015/12/08/2816/):

“Se eu o amo tanto, eu quero que ele ganhe o mundo, viaje, conheça, pesquise, encante-se, emocione-se, ria e chore, viva o que houver de vida para viver”.

Só que, até certo tempo, fiz exatamente o contrário. Fiquei puxando-o para junto de mim até a corda praticamente arrebentar. Foi extremamente doloroso para ele e para mim. Sempre fomos parceiros, mesmo nos momentos em que nos desentendíamos. Ficar longe fisicamente, para mim, doeu no mais fundo da alma. Porque o amo profundamente, muito mais do que tudo. Mas, também, porque significava perder o controle.

Hoje moramos em cidades diferentes. O amor que sinto só aumenta, a cada segundo do dia. Só que o homem que ele se tornou na minha ausência deixa-me encantada quando nos encontramos. Ou quando falamos pelo telefone ou pelo computador ou energeticamente.

Meu lindo filho cresceu e está vivendo do jeito que acha melhor. E ninguém melhor do que ele para fazer suas próprias escolhas e traçar o seu destino. Tudo está em suas mãos. Como disse Sílvia, eu estarei aqui, sempre, todas as vezes que ele precisar, imaginar, sonhar. Meu apoio é incondicional. Meu amor atravessa todos os universos.

Ele me ensina, a cada dia, a amar mais as pessoas que cruzam o meu caminho. Por toda a vida ou por segundos.

Ele me ensina a perder preconceitos, a perdoar, a encostar a cabeça no ombro com delicadeza.

Ele começou a me ensinar isso no dia de seu nascimento. Ali tornei-me outra pessoa. E, cotidianamente, vou tornando-me outra pessoa, aprendendo que a maior companhia do amor é a liberdade de si mesmo.

Meu filho ensina-me que o futuro vai sendo construído. Com pedaços de mal-entendidos, com pedaços de flores, de brisas, de açúcar.

O seu futuro, o meu futuro. Qualquer futuro é de cada um de nós e dos amores – gigantescos – que sentimos.