POEMA DE CURA

2015-03-25 16.46.23

Tenho ficado no hospital pelo menos 12 horas por dia. Lá tenho descoberto que, tanto a água como a luz, têm que ser ministradas com a doçura do tempo para levar alegria aos pacientes.

47 dias depois desse aprendizado, reencadeio essas palavras que foram inspiradas por CTIs:

“Desejo a você que todos os passarinhos de belo canto produzam uma orquestra plácida e melodiosa à sua volta.
Desejo a você que todas as folhas verdes e tenras balancem ao ritmo dessa maravilhosa música encantando seus ouvidos.
Desejo a você que o belíssimo jardim que se forma onde você está exalte cores e perfumes muito agradáveis à vista e ao olfato.
Desejo a você que o teto se abra e o céu apareça luminoso com as nuvens desenhando bichos engraçados.
Desejo a você que os sorrisos se multipliquem bem próximos. Sorrisos de açúcar, de acalanto, de devaneios.
Desejo a você energias vivificadoras dos corações que a amam chegando como um arco-íris de tranquilidade.
Desejo a você o dia, o brilho das estrelas, o resplandecer do Sol, os raios da Lua.
Desejo a você tudo o que você desejar, mesmo que você não esteja pensando nesse desejo agora.
Apenas deseje. E virá nas asas de um rouxinol.”