AOS MESTRES DO BRASIL

monica-t-maia-professorMonica T Maia, com arte desenvolvida por Léo Brittu.

 

São eles, professores e professoras do Brasil, os mestres do incentivo à imaginação. Tornam-nos cidadãos melhores.

Afinal, como bem disse o grande Einstein, “O conhecimento é limitado, enquanto a imaginação abraça o mundo inteiro, estimulando o progresso, dando à luz a evolução. Ela é, rigorosamente falando, um fator real na pesquisa científica”.

Parabéns a todos os mestres!

NO VÔLEI ESTAMOS NO PRIMEIRO MUNDO

Mesmo na disputa entre camisas de cores diferentes, Esporte costuma ser um assunto leve, descontraído, relaxante. Quando o cidadão comemora o gol é como se despejasse no ar todo o stress da semana. Precisamos muito de válvulas de escape. Quem se soca num estádio de futebol deveria ir para um ringue de boxe para não machucar ninguém.
Além de oxigenar as veias, o que me encanta no esporte é o esforço para atuar em equipe. Por isso, o voleibol. A estratégia do jogo e a vontade de se superar no mesmo ritmo dos parceiros. Vence realmente quem é mais competente. Não há acaso ou sorte. Quando a bola bate na borda superior da rede, estremecendo-a, e cai no campo adversário sem defesa é pura Física.

Tudo é fruto de um longo e criterioso trabalho. Nada cai do céu.

Volei meninas

Sou da geração de Bernardinho e acompanhei toda a evolução do vôlei nacional. Nessa área, o Brasil conquista títulos por sua excelência. O vôlei brasileiro está no Primeiro Mundo. Há planejamento, sensatez e uma intensa carga de dedicação. Como na boa Literatura. Muito suor, disciplina, até noites em claro para fazer um produto de qualidade. Muito amor.
“O amor ao vôlei”, como disse Bernardinho quando a levantadora Fofão, medalha olímpica, considerada uma das melhores do mundo, jogou sua última partida oficial no Brasil, aos 45 anos.
Bernardinho já fez a equipe masculina treinar em estacionamento de aeroporto numa escala longa. De acordo com a CBV, o voleibol brasileiro disputou 41 competições e conquistou 15 medalhas de ouro, 14 de prata e 15 de bronze. Parece que nenhum país conseguiu algo parecido num esporte tanto no feminino como no masculino.
Agora acontece a Liga Mundial Masculina e o Brasil busca o 10º título de campeão; e também o Grand Prix Feminino e a nossa seleção disputa o 11º título!
Os dois times também têm muitas chances de medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, este mês, em Toronto.

Faz muito bem para a saúde vencer exercitando o que há de melhor em nós. E para os outros.