POEMA DE CURA

2015-03-25 16.46.23

Tenho ficado no hospital pelo menos 12 horas por dia. Lá tenho descoberto que, tanto a água como a luz, têm que ser ministradas com a doçura do tempo para levar alegria aos pacientes.

47 dias depois desse aprendizado, reencadeio essas palavras que foram inspiradas por CTIs:

“Desejo a você que todos os passarinhos de belo canto produzam uma orquestra plácida e melodiosa à sua volta.
Desejo a você que todas as folhas verdes e tenras balancem ao ritmo dessa maravilhosa música encantando seus ouvidos.
Desejo a você que o belíssimo jardim que se forma onde você está exalte cores e perfumes muito agradáveis à vista e ao olfato.
Desejo a você que o teto se abra e o céu apareça luminoso com as nuvens desenhando bichos engraçados.
Desejo a você que os sorrisos se multipliquem bem próximos. Sorrisos de açúcar, de acalanto, de devaneios.
Desejo a você energias vivificadoras dos corações que a amam chegando como um arco-íris de tranquilidade.
Desejo a você o dia, o brilho das estrelas, o resplandecer do Sol, os raios da Lua.
Desejo a você tudo o que você desejar, mesmo que você não esteja pensando nesse desejo agora.
Apenas deseje. E virá nas asas de um rouxinol.”

TUDO O QUE QUEREMOS SABER ESTÁ ESCRITO NAS ESTRELAS?

Interstellar

O que “A Teoria de Tudo” e “Interestelar” têm em comum? Universos infinitos, buracos negros, supernovas, muito mais e Kip Thorne. O físico teórico amigo de Stephen Hawking é o consultor científico de “Interestelar” e personagem de “A Teoria de Tudo”. Finalmente, o cinema chegou ao futuro. Dinossauros, sangue a esmo e depressões já estavam muitos cansativos…

Kip Thorne

Kip Thorne

Nos atendimentos terapêuticos, os sorrisos vão regressando às pessoas quando belas imagens se imiscuem no trânsito cerebral. Quando a tristeza é reprisada, permanece e se multiplica. A sábia Natureza extinguiu os dinossauros, certamente, por ótimos motivos. A depressão incapacita atualmente 7% da população mundial – cerca de 400 milhões de pessoas – de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde). A tendência menos otimista é que esse número dobre em 20 anos. Se os tristes continuarem assistindo filmes depressivos, provavelmente, esse número será muito maior. Você pode fazer a experiência em casa, como faço nos atendimentos: assista ou peça para alguém assistir, durante 7 dias, somente programas e filmes alegres; na semana seguinte, durante o mesmo período de tempo, assista somente programas e filmes depressivos, aterrorizantes, macabros, cruéis… Incrível a diferença que faz!

O corpo e a mente respondem como um violino. Quando dedilhado com carinho e beleza reage e se encaminha para novos rumos mais felizes. Quando maltratado, afff…

Um futuro melhor para o planeta e todos nós está escrito na Ciência. Na que já foi revelada, na que está se revelando e na que será revelada. Quanto mais olharmos para cima – e para dentro de nós mesmos com sinceridade – mais próximos estaremos desse futuro. As vidas de personalidades como os físicos Albert Einstein e Hawking deveriam ser contadas nas escolas desde o jardim de infância. Isso daria asas para que a imaginação infantil não tivesse fronteiras quando se tornasse adulta. O cinema adora fazer filmes de assaltos, assassinatos e bandidos ‘bem-sucedidos’. Seremos outros quando se fortalecer o movimento iniciado com o longínquo “2001: Uma Odisséia no Espaço”, passando por “ET O Extraterrestre” e “Contatos Imediatos do 3º Grau”, e que está ganhando mais consistência agora, quase 40 anos depois (!!!!!!).

ET

Você identificou Kip Thorne em “A Teoria de Tudo”? Vou adiantar que ele fez as equações que possibilitam a luz espiralar em direção ao buraco negro em “Interestelar”. Um feito inédito: é a primeira vez que um resultado científico é ‘publicado’ na grande tela. Qual a importância disso? Um buraco negro é o resultado da morte de uma super estrela. Ao seu redor, a força da gravidade é tão absurda que suga toda a luz e a velocidade que se aproximam. Na fronteira entre o Universo ‘normal’ e o poder de sucção do buraco negro há um espectro luminoso, que Hawking revelou, Thorne quantificou e “Interestelar” mostrou. A Ciência tem uma curiosidade tremenda em ver o que há por trás dessa luz. Será que o buraco negro é um caminho para outros mundos? Será que lá há as respostas para o futuro da humanidade… Afinal, a vida na Terra tem uma data máxima de uns 3 bilhões de anos.

Em “Interestelar”, por trás da dança de luzes, o astronauta Cooper (Matthew McConaughey) encontrou outra dimensão, com outras frequências. Em “A Teoria de Tudo”, o aluno de Física Stephen Hawking (o excelente Eddie Redmayne) é incentivado a imaginar o que outros nunca tinham imaginado antes. Hawking persegue a teoria que responderia a todas as perguntas: Quem somos? De onde viemos? Para onde vamos? Seu amigo Kip Thorne expõe mais questionamentos em “Interestelar”: o tempo e o espaço não existem e podemos estar em qualquer lugar no passado, no presente e no futuro?…

Para além disso, “A Teoria de Tudo” é uma linda e comovente história de amor. Capaz de apoiar qualquer cura de corações e de mentes.

Teoria de Tudo

Há muito o que conversar sobre os “filmes de futuro”.