A DISCIPLINA DA FELICIDADE

Redescobri-me nos estudos sobre terapia alquímica. Redescobri que, sim, disciplina é muito importante. Mas a Disciplina da Felicidade!
O meu corpo sabe exatamente o que é melhor para ele. Então, tenho que conversar com ele. Cada vez que sinto algum desconforto ou alguma dor paro imediatamente. É o corpo dando o alerta: “Tá forçando demais!” ou “Cansei!”
Minha relação com os exercícios físicos se modificou completamente. Ex-atleta, já cheguei a frequentar academia por mais de duas horas por dia. Jornalista workaholic, já fiquei anos sem dar uma simples caminhada. Foi uma vida toda de conflitos para manter a forma.
Tenho 1,61 e peso hoje 54 quilos. Já pesei 45. Assim como já pesei 61 quando parei de fumar.
Quem deu o start foi Bruno, meu filho, quando engordei: “Sabe mãe, antes você parecia um cadáver!” Umas ruguinhas tinham sido ‘preenchidas’ e ele viu que eu era bonita… Demos boas risadas nesse dia e senti um alívio tremendo.
Vou à academia hoje umas três vezes por semana. Mas sem neurose. Quando não estou nada a fim dou uma caminhada ou não vou mesmo para lugar algum. Sem arrependimentos porque tento manter um equilíbrio. Quando a preguiça dura mais de dois dias me olho no espelho e digo: “Olha a disciplina da felicidade!”. Como gosto de ficar bem – isso me faz feliz! – espano o diabinho do “deixa pra amanhã” e vou… A lei da gravidade é inexorável. E os florais alquímicos que tomo desde setembro de 2013 têm sido fundamentais para aprender a manter esse equilíbrio do corpo e da mente.
2015-03-25 16.30.33

O que há no mar e na terra há no corpo e no espírito.

8 comentários sobre “A DISCIPLINA DA FELICIDADE

  1. Boa tarde Monica,
    Obrigada por compartir felicidade e bem-estar conosco.
    Parabéns pela coragem mudar e enfrentar novos desafios!
    Obrigada também por seguir meu blog “Apaixonados pelo Rio”!
    Muito sucesso, felicidade e saúde pra você!
    Carinhosamente,

    Ana Carla

    Curtido por 1 pessoa

    • Olá! Muito bem-vindo! E obrigada pelo convite: participarei sim de seu grupo. Será um prazer.
      Sabe, cada um de nós constrói a sua própria disciplina da felicidade. Observando-nos por dentro – o que pensamos, o que sentimos, o que realmente queremos e nos fará feliz – é que conseguimos ir pondo tijolo por tijolo. Temos a mania de achar que copiando a felicidade do outro seremos felizes da mesma maneira. Fiz isso muitos e muitos anos e não deu certo. Tenho certeza de que você vai conseguir construir a sua própria felicidade muito mais facilmente.
      Bom abraço!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s